Gente e Gestão Digital: O futuro já chegou

Gente e Gestão Digital: O futuro já chegou

Gente e Gestão Digital: O futuro já chegou

A tecnologia chegou (com tudo) e agora temos Gente e Gestão Digital.

A Tecnologia está mudando o cenário do RH.

Em toda organização, é preciso estabelecer metas, planos de desenvolvimento, planos de expansão para as pessoas. Colaboradores são essencial nesse processo, empresas que investem no capital humano possuem 35% mais de produtividade e resultados nos negócios.

Para que o trabalho de cada profissional flua com harmonia e gere satisfação, é essencial elaborar estratégias. Dessa forma, você acompanhará a gestão das pessoas e assim irá garantir que seus processos tenham foco e objetivo. O resultado é evitar e diminuir possíveis entraves e contratempos que atrapalhem as metas traçadas.

A fim de manter as pessoas engajadas e performando com eficiência, existe um setor preparado tecnicamente e com habilidades direcionadas para entender e lidar exclusivamente com o cuidado com cada colaborador parte da organização: a Gente e Gestão.

Como e quando o cuidado com as pessoas passou a fazer sentido para as organizações ?

No mundo todo, em especial depois da 4ª Revolução Industrial, o alemão Klaus Schwab deu o ponta pé inicial na mudança, abandonou processos anteriormente manuais e burocráticos e adotou ferramentas inovadoras e ágeis (pelo menos para a época, né?).

Analogamente, o setor de Recursos Humanos se viu obrigado a se transformar em Gente e Gestão para conseguir acompanhar a velocidade dos outros setores e de toda Business Intelligence que invade o meio corporativo.

Agora é a vez do setor de Gente e Gestão Digital.

Recursos humanos ou Gente e Gestão ?

A tecnologia chegou para ficar

Um conceito novo chegou ao universo corporativo: a Gente e Gestão Digital, recheado de People Analytics, métricas e técnicas que começam a elevar a precisão da tomada de decisão dos profissionais de RH. Inúmeras ferramentas tecnológicas emergem para o Recursos Humanos empoderar-se e afirmar-se no seu lugar de importância entre todos os setores. Agora, acabou a era dos estudos inexatos ou mesmo baseados em informações pouco fiáveis. Para o tanto, não resta que uma pergunta: o que faz a Gente e Gestão Digital?

 

Gente e Gestão Digital: Empoderando o RH

Entre as tarefas das equipes de Gente e Gestão, encontram-se as atividades como desenvolvimento (individual ou organizacional), avaliações de métricas e competências, toda gestão de carreira e sucessão. Dessa maneira, entender os modelos, metodologias e ferramentas que a tecnologia trouxe para deixar o RH Digital é tarefa obrigatória para compreender como suas tarefas e rotinas serão impactadas pelo novo modelo de Gente e Gestão Digital

  1. Gestão de Competências

Para saber como alocar o capital humano da sua empresa de forma adequada e assertiva, um dos primeiros passos é realizar o Desenho do Modelo de Competências aliado às estratégias e à cultura da empresa. Antigamente, esse trabalho era extenso e cansativo, além de altamente manual, todavia, no modelo digital, as tecnologias já automatizam o mapeamento de todos os potenciais da sua empresa.

À sua disposição, encontram-se metodologias como o Assessment Executivo e o Mapeamento de Competências Críticas, que trabalham em conjunto para planificar as Soft Skills e as Hard Skills das suas equipes. Plataformas digitais permitem que seja feita toda a gestão desses dados. Em seguida, elas fazem uma balança das competências do negócio e do potencial de entrega de cada profissional e setor.

 1.1 Gente e Gestão Digital por competências – Dados e métricas

A Gestão integrada de dados com uso de algoritmos trouxe ao RH o poder de metrificar análises antes apenas intuitivas. A presença digital na Gente e Gestão abraçou todos os setores:

  • Atração – Redes sociais, e-mail marketing, grupos no Linkedin e Whatsapp
  • Recrutamento – Recrutamento Inteligente de Gestão Integrada de todo processo, página de carreiras
  • Seleção – People Analytics, análise de perfil avançadas, provas on-line
  • Entrevistas – Chatbot, Entrevistas por vídeo e online.
  • Desenvolvimento – Assessment, software de integração de PDI e PDO,

Ou seja, ser Gente e Gestão Digital é contar com toda tecnologia disponível, desde inteligência artificial a algoritmos, para performar melhor com todos os profissionais.

  1. Gestão de Desempenho

Se é importante alocar adequadamente o capital humano da sua empresa, é importante saber que a melhor maneira de fazer isso é conhecendo os seus colaboradores. O fenômeno digital potencializa o processo de planificar as Competências Comportamentais de cada talento, liberando o caminho para atingir resultados desafiadores. Afinal, é a partir daí que se aproveita o Potencial – tanto dos negócios quanto dos colaboradores!

A Gestão de Indicadores e Metas em plataformas digitais oferece dados para montar um planejamento estratégico. Além disso, acabou a época de monitorar a relação de Resultado Previstos X Realizados em planilhas Excel. Agora, o momento é de gerir tudo em tempo real. Assim, é possível visualizar seus dados em relatórios gerenciais como o 9Box, Ranking e Radar de Competências.

Todavia, esses benefícios têm um forte impacto nas relações humanos, e um bastante positivo! Com ferramentas digitais, criar Planos de Desenvolvimento Individuais é mais fácil e mais automatizado, o que aumenta a interação entre Líder e Liderado. Portanto, os resultados e mudanças da equipe serão bastante acelerados.

  1. Carreira e Sucessão

Carreira e Sucessão são dois assuntos fundamentais quando se trata de Gente e Gestão, aliás, trata-se aqui de dois assuntos: a trajetória do profissional e a sua jornada dentro da empresa. Fazer esse trabalho implica identificar as Posições Chaves e os profissionais com Potencial de Crescimento. Esse processo, por conseguinte, dá sequência ao Plano de Ação Estratégico, a fim de atrair, remunerar, reter e desenvolver profissionais.

3.1 – Dados para tomar decisões e estratégias de desenvolvimento.

Usar os recursos digitais nesses processos é uma forma de gerir o seu capital em tempo real e, com a efetividade ganha, de diminuir os riscos de perda de talentos e de recursos. Em linhas gerais, as tecnologias digitas têm como objetivo fornecer dados que deixem o gestor traçar estratégias assertivas para aliar a carreira e sucessão, desenvolvendo e preparando pessoas.

Além disso, torna-se possível planificar a Trilha de Carreiras, dando ao profissional a possibilidade de realizar o match entre a sua posição atual e a desejada. Ele poderá planejar o seu desenvolvimento em conjunto às novas demandas do cargo.

  1. Cargos e remuneração

Por último, uma das atribuições mais importantes do setor de Gente e Gestão é lidar com os Cargos e Remuneração, afinal, trata-se da recompensa dos colaboradores. Essa etapa na Gente e Gestão digital é potencializada, permitindo uma melhor definição das premissas de gestão, das políticas organizacionais e estabelecendo uma comunicação clara com toda a equipe.

Portanto, implementar questões como a descrição de cargos com o auxílio das ferramentas digitais possibilita que a alta gestão das plataformas tecnológicas faça analises de dados, custos e orçamentos e investimentos. E não para só aí! Dados como Remuneração Fixa e Variável + Benefícios ficam prontos para consulta. Aliás, eles podem ser integrados à folha de pagamento em tempo real.

Essa ação é fundamental à atração, retenção e crescimento dos negócios. Claro, há outros benefícios como a promoção do alinhamento interno, a transparência nas expectativas de entrega de resultados e o cálculo do Risco de Saída X a Falta de Equidade Interna.

 

Agora é a hora de ser Gente e Gestão Digital

 

Não se trata aqui de uma tendência. A Gente e Gestão digital é, pelo contrário, o caminho para chegar aos melhores resultados possíveis. Adotar a perspectiva digital na sua empresa te ajudará a aproveitar ao máximo os seus recursos. Quer saber mais sobre Gente e Gestão Digital? Fique de olho no nosso blog, pois teremos bem mais conteúdos interessantes.

Não há comentários

Sorry, the comment form is closed at this time.